Tag Archives: NBA

Bola ao ar

16 Apr

Os playoffs da NBA começam hoje, com 16 equipas, 8 da Conferência de Este e 8 da Conferência de Oeste, a competir pelo campeonato. O primeiro confronto coloca frente a frente os Chicago Bulls, primeiros classificados do Este, contra os Indiana Pacers, oitavos classificados. A partida terá lugar às 18h, hora de Lisboa.

Muitas das histórias de uma época que foi no mínimo impressionante tornam-se agora irrelevantes. Já por três vezes na história da liga a equipa no oitavo lugar de cada conferência conseguiu ultrapassar a primeira classificada numa série de playoff. Com séries à melhor de sete, das quais 4 são disputadas na casa da equipa mais bem classificada na época regular e 3 fora, a vantagem pode ser importante, mas não é determinante.

Mas quem fica para a história são sempre os vencedores. Os Boston Celtics são a equipa da NBA com mais títulos, estando neste momento a competir por um 18º. Os seus eternos rivais, os Los Angeles Lakers, já venceram 16 campeonatos. Também a eterna dinastia de Michael Jordan nos anos 90 não ficará esquecida: 6 campeonatos nessa década para os Chicago Bulls, o terceiro melhor total de toda a NBAJordan é também aquele que mais vezes venceu o prémio de Most Valuable Player das Finais, atribuído ao melhor jogador da derradeira ronda do playoff.

A filosofia de basquetebol de NBA tem sido alvo de críticas ao longo dos anos: muitos afirmam que em favor do espetáculo, muitos elementos do jogo se perdem, e que isso descredibiliza a NBA como a melhor liga do mundo neste desporto.  Mas nos playoffs é quase consensual que a história é diferente: jogo muito mais pensado e lento e maior concentração nas tarefas defensivas, porque não há margem para erro. É ganhar ou ir para casa.

Quanto aos fãs, muitos irão certamente saborear esta época com um prazer especial. As disputas laborais entre jogadores e proprietários das equipas não têm um fim à vista, e sem acordo, a época 2011/2012 não se iniciará.

+++Este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico+++

Advertisements

A boa filha a casa torna

29 Jan
por Óscar Morgado |

Ticha Penicheiro vai jogar no campeonato português de basquetebol pelos próximos 4 meses. A melhor basquetebolista nacional de todos os tempos assinou no final de 2010 pelo Sport Algés e Dafundo.

O seu ritmo profissional, ao dividir-se por duas equipas durante um ano, não lhe tem permitido acompanhar de perto a realidade portuguesa. “Já existe toda uma nova geração de quem nem sequer sei os nomes. Compreendo que talvez olhem para mim como uma estrela, embora não me sinta como tal”, afirmou a atleta em entrevista à Visão. Penicheiro já deu bastantes vitórias desde que chegou ao MCell-Algés, sendo uma estrela de qualidade pouco comum entre as atletas a jogar no país.

Devido ao facto de a WNBA, o lado feminino da melhor liga de basquetebol do mundo, apenas se realizar no verão, muitas atletas jogam noutras competições durante o resto do ano. Ticha não é exceção. Natural da Figueira da Foz, já jogou em França, Polónia, Lituânia, Itália e Rússia. Na WNBA, joga atualmente nas Los Angeles Sparks, emparelhando com a sensacional Candace Parker. Ambas pisam o mesmo solo que Kobe Bryant, estrela da equipa masculina dos Lakers e um dos melhores de sempre.

Contudo, Ticha já é uma atleta veterana. Aos 36 anos, dos quais os 12 últimos foram passados na WNBA, soma um invejável palmarés. Na Universidade de Old Dominion, onde de 1994 a 1997 jogou e estudou Comunicação Social e alinhou com a portuguesa Mery Andrade. Ambas ajudaram a cimentar a “Portuguese Connection”, alcunha pela qual era conhecida a equipa norte-americana nos anos 90. O número 21 de Ticha foi até retirado da equipa, em homenagem à portuguesa.

Campeã pelas Sacramento Monarchs em 2005, Penicheiro foi ainda eleita para o 5 ideal da WNBA em 1999 e 2000, bem como para o segundo 5 ideal em 2001. Fez parte da equipa All-Star em 4 ocasiões. Na Europa, foi campeã polaca em 2000 e 2001, ganhou a Taça de Itália em 2002 e a Eurocup em 2006, já ao serviço do Spartak de Moscovo.

+++Este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.+++