Tag Archives: Liga Europa

Apito Inicial

15 Apr

A quatro jornadas do final, a liga portuguesa aquece na luta por um lugar europeu. Com o título e o segundo lugar decididos, resta saber a ordem dos clubes que terão acesso à Liga Europa na próxima época. Nesta jornada, há dois confrontos entre quatro equipas que lutam por esse objetivo. O terceiro classificado Braga vai à Madeira defrontar o Nacional, atual quinto, ao passo que o Guimarães defronta o Marítimo, ambos neste momento fora dos lugares europeus mas com hipóteses de lá chegar. Porém, o jogo da ronda é o clássico Porto – Sporting, só que de interesse apenas para o conjunto leonino na luta pelo terceiro posto.

Nos restantes campeonatos europeus, as jornadas que se avizinham serão certamente decisivas para os atuais líderes, praticamente campeões. Em Espanha, há o clássico dos clássicos entre Real Madrid e Barcelona que para os homens de Guardiola pode ser a confirmação do esperado título. Em Inglaterra, com o líder Manchester ausente devido à FA Cup, o Arsenal, segundo classificado, tem um jogo fulcral para continuar a sonhar com o título. Nesta ronda, recebe o Liverpool, num dos melhores encontros deste fim de semana.

Em Itália, a jornada será de grandes jogos. O líder Milan recebe a Sampdoria, o segundo Nápoles recebe a Udinese, o Inter viaja ao reduto do Parma e a Juventus desloca-se ao terreno da Fiorentina. Já na Alemanha há um jogo grande que vai opor o Bayern Munique ao vice-líder Leverkusen, ao passo que o líder Dortmund recebe o Freiburg. Em França, o Lille recebe o Bordéus e o jogo com as melhores expectativas da ronda irá opor o Paris SG ao Lyon.

Nas modalidades, todos os jogos neste momento são importantes em busca do título. No andebol, o Benfica desloca-se ao reduto do Madeira SAD em busca de uma vitória na perseguição ao líder Porto que nesta ronda viaja a Braga para defrontar o ABC. No Basquetebol, este fim de semana inicia-se os Playoffs que irão ditar o vencedor final. Os jogos desta ronda serão o Porto – CAB, Benfica – Ovarense, Académica – Ginásio e Vit. Guimarães – Penafiel.

+++Este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico+++

Advertisements

Porto campeão

3 Apr

Uma época de grandes riscos fazia-se prever para o clube do norte de Portugal. Com um adversário a altura, Pinto da Costa poderia ver a equipa de futebol entrar numa espiral de derrotas consecutivas idêntica à vivida entre os anos de 1999 e 2002. Foram três épocas sem vitórias que levaram bastantes adeptos a questionar a capacidade do reputado presidente.

E, numa época assim, nada melhor que elevar ainda mais a fasquia, contratando um treinador sem grande experiência no cargo, seja no panorama nacional, como no panorama internacional. Villas Boas pegava assim numa equipa recheada de bons jogadores, de contratações escaldantes e partia rumo a um all-in de Pinto da Costa, que poderia se ter revelado um grande fracasso.

Com uma pré-época discreta, a equipa iniciava a sua campanha com uma vitória na Supertaça, contra o favorito Benfica de Jorge Jesus. E, a partir desse jogo em agosto, o Porto estaria sem perder ou empatar um jogo até outubro, fugindo desde logo das outras equipas no campeonato, não dando ainda qualquer hipótese na Liga Europa.

O primeiro empate surgiu então a 4 de outubro, em Guimarães, mas esse resultado não foi suficiente para abalar as tropas de Villas Boas. Um empate caseiro contra o Besiktas, antes do encontro com o Benfica poderia denotar uma possível quebra, mas desde logo a equipa portista marcou uma posição forte, com a goleada imposta aos rivais da capital.

A partir desse momento, contam-se pelos dedos da mão, os deslizes dos dragões. A Taça da Liga, sem dúvida, foi o maior fracasso do ano. Mas, assumindo a posição de favorito na Liga Europa e sendo já certo o título nacional, a aposta de Pinto da Costa só pode ser vista, como mais uma jogada de mestre do velho lobo do futebol nacional.

+++Este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico+++