Tag Archives: Cisne Negro

Nuno Maló – Prémio Compositor Revelação do Ano

21 Apr

O sonho de fazer da música uma memória da imagem e o encanto pelo cinema são algumas das características que sempre acompanharam Nuno Maló, o compositor português que vê agora o seu trabalho reconhecido com o prémio Compositor Revelação do Ano.

Atualmente a viver em Los Angeles, o autor de várias bandas sonoras para filmes era candidato em duas categorias, compositor revelação e melhor banda sonora num filme dramático, na 7ª edição dos prémios atribuídos pela Associação Internacional de Críticos de Música para Cinema (IFMCA Awards 2010).

A paixão pela música e o fascínio pelo poder que as sonoridades, acompanhadas por uma imagem, transmitem, fizeram Nuno Maló perceber que a composição de bandas sonoras podia ser uma profissão. «Sempre gostei de contar histórias com a música e entendi a música como um paralelo às nossas vidas, como um espelho da existência» afirma o português que escolheu viver na cidade americana por considerar ser «a capital da música para cinema» e o sítio onde, finalmente, conseguiu estar próximo do mundo que admira deste criança e dos compositores que o inspiram.

A banda sonora de Amália, o filme de Carlos Coelho da Silva, é composta por vinte temas orquestrais interpretados pela Filarmónica de Budapeste dirigida por Geza Torok e permitiram-lhe ganhar o prémio revelação, deixando para trás nomeados como Daft Punk, Óscar Araujo, Arnau Bataller e Herbert Gronemeyer. As músicas originais concebidas pelo português estavam ainda nomeadas para melhor banda sonora num filme dramático ao lado das criações de Cisne Negro e de Discurso do Rei.

A distinção pela associação que premeia as melhores bandas sonoras e composições do mundo do cinema deixou-o emocionado e orgulhoso não só pelo seu trabalho mas pela importância que a música tem ganho de ano para ano no panorama do espetáculo.

Considerando-se honrado pelo seu trabalho estar ao lado de alguns dos grandes nomes da composição musical para cinema, Nuno Maló recebeu já um convite para trabalhar num novo projeto norte-americano e acredita que um prémio como este abre várias portas a nível profissional. Um verdadeiro exemplo de um grande artista português que com amor ao trabalho e vontade de alcançar os sonhos de criança consegue obter sucesso e trazer prestígio para o país.

Além da banda sonora de Amália, o jovem português já compôs músicas tanto para filmes nacionais como Assalto ao Santa Maria de Francisco Manso, A Mulher Polícia de Joaquim Sapinho, Contraluz de Fernando Fragata, O Julgamento e A Arte de Roubar de Leonel Vieira como para produções internacionais como é o caso de A Profecia Celestina de Armando Mastroianni e The Lost and Found Family de Barnet Bain.

A um herói desconhecido

+++Este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.+++

Advertisements

Óscares: os vencedores

28 Feb

Estão finalmente desfeitas as dúvidas quanto aos melhores filmes do ano. A Academia decidiu e aqui ficam os grandes vencedores da noite dos Óscares.

Melhor filme:
127 Hours (127 Horas)
Black Swan (Cisne Negro)
The Fighter (The Fighter – Último Round)
Inception (A Origem)
The Kids Are All Right (Os Miúdos Estão Bem)
The King’s Speech (O Discurso do Rei)
The Social Network (A Rede Social)
Toy Story 3
True Grit (Indomável)
Winter’s Bone (Despojos de Inverno)

Melhor Realizador:
Darren Aronofsky – Black Swan (Cisne Negro)
Ethan Coen, Joel Coen – True Grit (Indomável)
David Fincher – The Social Network (A Rede Social)
Tom Hooper – The King’s Speech (O Discurso do Rei)
David O. Russell – The Fighter (The Fighter – Último Round)

Melhor Ator:
Javier Bardem – Biutiful
Jeff Bridges – True Grit (Indomável)
Jesse Eisenberg – The Social Network (A Rede Social)
Colin Firth – The King’s Speech (O Discurso do Rei)
James Franco – 127 Hours (127 Horas)

Melhor Atriz:
Annette Bening –  The Kids Are All Right (Os Miúdos Estão Bem)
Nicole Kidman – Rabbit Hole (Reencontrando a Felicidade)
Jennifer Lawrence – Winter’s Bone (Despojos de Inverno)
Natalie Portman – Black Swan (Cisne Negro)
Michelle Williams – Blue Valentine (Só Tu e Eu)

Melhor Ator Secundário:
Christian Bale – The Fighter (The Fighter – Último Round)
John Hawkes – Winter’s Bone (Despojos de Inverno)
Jeremy Renner – The Town (A Cidade)
Mark Ruffalo – The Kids Are All Right (Os Miúdos Estão Bem)
Geoffrey Rush –  The King’s Speech (O Discurso do Rei)

Melhor Atriz Secundária:
Amy Adams – The Fighter (The Fighter – Último Round)
Helena Bonham Carter – The King’s Speech (O Discurso do Rei)
Jacki Weaver – Animal Kingdom (Reino Animal)
Melissa Leo – The Fighter (The Fighter – Último Round)
Hailee Steinfeld – True Grit (Indomável)

Melhor Argumento Original:
Mike Leigh – Another Year (Um Ano Mais)
Scott Silver, Paul Tamasy, Eric Johnson – The Fighter (The Fighter -Último Round)
Christopher Nolan – Inception (A Origem)
Lisa Cholodenko, Stuart Blumberg – The Kids Are All Right (Os Miúdos Estão Bem)
David Seidler – The King’s Speech (O Discurso do Rei)

Melhor Argumento Adaptado:
Danny Boyle, Simon Beaufoy – 127 Hours (127 Horas)
Michael Arndt, John Lasseter, Andrew Stanton, Lee Unkrich – Toy Story 3
Joel Coen, Ethan Coen – True Grit (Indomável)
Debra Granik, Anne Rosellini – Winter’s Bone (Despojos de Inverno)
Aaron Sorkin – The Social Network (A Rede Social)

Melhor Filme de Animação:
How to Train Your Dragon (Como Treinares o Teu Dragão)
The Illusionist (O Mágico)
Toy Story 3

Melhor Filme Estrangeiro:
Biutiful
Dogtooth
In a Better World
Incendies
Outside the Law

Melhor Direção Artística:
Alice in Wonderlan (Alice no País das Maravilhas)
Harry Potter and the Dealthy Hallows Part 1 (Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 1)
Inception (A Origem)
The King’s Speech (O Discurso do Rei)
True Grit (Indomável)

Melhor Fotografia:
Black Swan (Cisne Negro)
The Inception (A Origem)
The King’s Speech (O Discurso do Rei)
The Social Network (A Rede Social)
True Grit (Indomável)

Melhor Documentário (Longa-Metragem):
Exit Through the Gift Shop
GasLand
Inside Job
Restrepo
Waste Land

Melhor Documentário (Curta-Metragem):
Killing in the Name
Poster Girl
Strangers No More
Sun Come Up
The Warriors of Qiugang

Melhor Curta-Metragem de Animação:
Day & Night (Dia & Noite)
The Gruffalo
Let’s Pollute
The Lost Thing
Madagascar, carnet de voyage – Madagascar, a journey day

Melhor Curta-Metragem:
The Confession (A Confissão)
The Crush
God of Love
Na Wewe
Wish 143

Melhores Efeitos Visuais:
Alice in Wonderlan (Alice no País das Maravilhas)
Harry Potter and the Dealthy Hallows Part 1 (Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 1)
Hereafter (Outra Vida)
Inception (A Origem)
Iron Man 2 (Homem de Ferro 2)

Melhor Guarda-Roupa:
Alice in Wonderland (Alice no País das Maravilhas)
I Am Love (Eu Sou o Amor)
The King’s Speech (O Discurso do Rei)
The Tempest (A Tempestade)
True Grit (Indomável)

Melhor Caraterização:
Barney’s Version
The Way Back (Caminho da Liberdade)
The Wolfman (O Lobisomem)

Melhor Montagem:
127 Hours (127 Horas)
Black Swan (Cisne Negro)
The Fighter  (Último Round)
The King’s Speech (O Discurso do Rei)
The Social Network (A Rede Social)

Melhor Mistura Sonora:
Inception (A Origem) – Lora Hirschberg, Gary A. Rizzo and Ed Novick
The King’s Speech (O Discurso do Rei) – Paul Hamblin, Martin Jensen and John Midgley
Salt – Jeffrey J. Haboush, Greg P. Russell, Scott Millan and William Sarokin
The Social Network (A Rede Social) – Ren Klyce, David Parker, Michael Semanick and Mark Weingarten
True Grit (Indomável) – Skip Lievsay, Craig Berkey, Greg Orloff and Peter F. Kurland

Melhor Montagem Sonora:
Inception (A Origem) – Richard King
Toy Story 3 – Tom Myers and Michael Silvers
Tron:Legacy (Tron: O Legado) – Gwendolyn Yates Whittle and Addison Teague
True Grit (Indomável) – Skip Lievsay and Craig Berkey
Unstoppable (Imparável) – Mark P. Stoeckinger

Melhor Banda Sonora Original:
127 Hours (127 Horas) – A.R Rahman
How to Train Your Dragon (Como Treinares o Teu Dragão) – John Powell
Inception (A Origem) – Hans Zimmer
The King’s Speech (O Discurso do Rei) – Alexandre Desplat
The Social Network (A Rede Social) – Trent Reznor and Atticus Ross

Melhor Canção Original:
“Coming Home” – Country Strong
“I See the Light” – Tangled (Entrelaçados)
“If I Rise” – 127 Hours (127 Horas)
“We Belong Together” – Toy Story 3

Filmes da Semana

4 Feb
por Raquel Silva/ESPALHA-FACTOS

Neste início do mês de Fevereiro, e após a estreia do musical As Cobaias, em 3D, na passada terça-feira, são quatro os filmes que chegam aos cinemas portugueses, encabeçados por um dos nomeados para o Óscar de melhor filme. Trata-se de Black SwanCisne Negro no título em português, de Darren Aronofsky, que constitui a Estreia da Semana para o Espalha-Factos nesta quinta-feira, dia 3 de Fevereiro.

Cisne Negro conta a história de Nina Seers, a principal bailarina do New York City Ballet, que se vê agora no centro de uma competição feroz com uma bailarina acabada de chegar à Companhia. Nina é a primeira escolha do director artístico, sendo perfeita para interpretar o Cisne Branco no célebre bailado O Lado dos Cisnes, mas Lily é a personificação do Cisne Negro. No entanto, quando a rivalidade entre as dançarinas se torna uma amizade estranha e complexa, Nina começa a tomar contacto com o seu lado negro e embarca numa viagem psicológica que a pode destruir.

Realizado por Darren Aronofsky, o filme é considerado um drama psicológico com toques de fantasia, protagonizado por Natalie Portman, que está nomeada para o Óscar de melhor actriz principal. O elenco inclui ainda nomes como Mila Kunis, Vincent Cassel, Winona Ryder, entre muitos outros.

Estreiam ainda nas salas de cinema nacionais três outros filmes. Um deles é Secretariat, de Randall Wallace, um drama familiar sobre uma mulher que é forçada a substituir o pai doente na administração dos seus estábulos, revolucionando o mundo dos cavalos de corrida para sempre. Secretariat conta com Diane Lane, John MalkovichJames Cromwell nos papéis principais. Outra estreia corresponde à biografia Casino Jack, vinda directamente do Canadá, com Kevin Spacey no papel de protagonista. Por fim, Green Hornet é uma comédia de acção sobre um homem que combate o crime anonimamente, usando uma máscara, contando com a ajuda do ajudante do seu falecido pai – com Seth Rogen, Christoph Waltz, Cameron Diaz, entre outros, realizado pelo francês Michel Gondry.

+++Este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.+++