Tag Archives: Câmara Municipal de Lisboa

Máscaras Ibéricas no Rossio

28 Apr

«Uma feliz combinação de cultura, artesanato, animação e gastronomia», é assim que é caracterizado o Festival Internacional da Máscara IbéricaFIMI – que se apresenta ao público português entre os próximos dias 28 de abril e 1 de maio no Rossio, em Lisboa.

Organizado pela Progestur (Associação para a promoção, gestão e desenvolvimento do turismo cultural português) em parceria com a Egeac (Empresa de gestão de equipamentos e animação cultural de Lisboa) e com o apoio da ATL (Associação de Turismo de Lisboa) e da Câmara Municipal de Lisboa, a sexta edição do FIMI englobará actividades variadas, entre as quais workshops, provas gastronómicas de produtos regionais, espetáculos de palco com música tradicional e moderna, arruadas, jogos tradicionais e um concurso de fotografia.

Durante quatro dias, as máscaras ibéricas irão colorir e fazer da animação a palavra de ordem na praça D. Pedro V.

Para dia 30 de abril, sábado, está marcado o ponto alto do certame ibérico, com o Grande Desfile da Máscara Ibérica, prevendo-se a participação de grupos de múltiplas regiões europeias, num total de 450 participantes.

No programa está ainda evidenciado o caráter além-fronteiras do evento, havendo dois dias temáticos dedicados às máscaras e à cultura de duas localidades espanholas: Zamora (dia 29) e Cantábria (dia 30), estando destacadas jornadas gastronómicas no Hotel Tivoli. A confeção dos menus estará a cargo dos chefs Mónica Fernández e Joseba Guijarro enquanto Nacho Manzano, distinguido com duas estrelas Michelin, estará encarregue da degustação de produtos do Principado das Astúrias.

O Festival das Máscaras Ibéricas estará patente um pouco por toda a cidade lisboeta, com animação musical constante, exposições com artesãos a trabalharem ao vivo. Paralelamente, nos Armazéns do Chiado decorrerá uma Mostra da Província de Cáceres, apresentada pelo Patronato de Turismo, Artesanía y Cultura Tradicional.

Ganhando o estatuto de festival em 2010, o FIMI acontece pela primeira vez fora da programação das Festas de Lisboa, mostrando assim a independência e êxito da iniciativa que é já considerada a maior atividade dedicada à apresentação das tradições pagãs das máscaras de origem ibérica.

+++Este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.+++

Um FESTin de cinema

14 Apr

A 2ª edição do Festival de Cinema Itinerante de Língua Portuguesa, o FESTin, regressa ao Cinema São Jorge, em Lisboa no próximo dia 26 de abril até dia 1 de maio.

O FESTin surgiu o ano passado e o principal objetivo da organização é fomentar a interculturalidade, a inclusão social e o intercâmbio social entre países de língua portuguesa, tendo já conseguido afirmar-se como um festival do panorama da produção de cinema em língua portuguesa. É através da partilha de culturas e divulgação de práticas de diferentes países que se consegue celebrar a cultura lusófona na sétima arte, valorizando e incentivando as curtas e longas-metragens realizadas nos países lusófonos.

Na edição de 2011, Portugal vai ser o país em grande destaque. Manoel de Oliveira, será um dos homenageados e dará nome à sala 1 do Cinema São Jorge, numa cerimónia que contará com a presença do prestigiado realizador português e de António Costa, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, no dia 28 de abril às 19, seguindo-se a exibição do seu filme mais recente, O Estranho Caso de Angélica.

A homenagem ao cinema português cruza-se então com a consagração do trabalho de realizadores como Manoel Oliveira e João Botelho, estando programada uma retrospetiva da carreira deste último, com filmes escolhidos pelo próprio.

A mostra da sétima arte portuguesa contará com filmes como O Inimigo Sem Rosto de José Farinha e Complexo: Universo Paralelo de Mário Patrocínio.

Adriana Niemeyer, diretora técnica do FESTin, realça, no entanto, que o cárater itinerante do festival ainda não está completamente concretizado apesar da organização já ter recebido convites de várias regiões para sediar o evento, entre elas a cidade de São Paulo.

O festival inicia-se com o filme Lixo Extraordinário, uma co-produção brasileira e inglesa dirigida por João Jardim, Lucy Walke e Karen Harley e produzida por Fernando Meirelles, nomeado para o Óscar de Melhor Documentário.

O FESTin contará ainda com duas secções de competição e algumas atividades paralelas, como mesas redondas e debates, para a discussão e partilha de ideias entre cineastas mais experientes e estudantes, todos com uma característica comum: o orgulho na língua portuguesa.

+++Este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.+++