Tag Archives: A Profecia Celestina

Nuno Maló – Prémio Compositor Revelação do Ano

21 Apr

O sonho de fazer da música uma memória da imagem e o encanto pelo cinema são algumas das características que sempre acompanharam Nuno Maló, o compositor português que vê agora o seu trabalho reconhecido com o prémio Compositor Revelação do Ano.

Atualmente a viver em Los Angeles, o autor de várias bandas sonoras para filmes era candidato em duas categorias, compositor revelação e melhor banda sonora num filme dramático, na 7ª edição dos prémios atribuídos pela Associação Internacional de Críticos de Música para Cinema (IFMCA Awards 2010).

A paixão pela música e o fascínio pelo poder que as sonoridades, acompanhadas por uma imagem, transmitem, fizeram Nuno Maló perceber que a composição de bandas sonoras podia ser uma profissão. «Sempre gostei de contar histórias com a música e entendi a música como um paralelo às nossas vidas, como um espelho da existência» afirma o português que escolheu viver na cidade americana por considerar ser «a capital da música para cinema» e o sítio onde, finalmente, conseguiu estar próximo do mundo que admira deste criança e dos compositores que o inspiram.

A banda sonora de Amália, o filme de Carlos Coelho da Silva, é composta por vinte temas orquestrais interpretados pela Filarmónica de Budapeste dirigida por Geza Torok e permitiram-lhe ganhar o prémio revelação, deixando para trás nomeados como Daft Punk, Óscar Araujo, Arnau Bataller e Herbert Gronemeyer. As músicas originais concebidas pelo português estavam ainda nomeadas para melhor banda sonora num filme dramático ao lado das criações de Cisne Negro e de Discurso do Rei.

A distinção pela associação que premeia as melhores bandas sonoras e composições do mundo do cinema deixou-o emocionado e orgulhoso não só pelo seu trabalho mas pela importância que a música tem ganho de ano para ano no panorama do espetáculo.

Considerando-se honrado pelo seu trabalho estar ao lado de alguns dos grandes nomes da composição musical para cinema, Nuno Maló recebeu já um convite para trabalhar num novo projeto norte-americano e acredita que um prémio como este abre várias portas a nível profissional. Um verdadeiro exemplo de um grande artista português que com amor ao trabalho e vontade de alcançar os sonhos de criança consegue obter sucesso e trazer prestígio para o país.

Além da banda sonora de Amália, o jovem português já compôs músicas tanto para filmes nacionais como Assalto ao Santa Maria de Francisco Manso, A Mulher Polícia de Joaquim Sapinho, Contraluz de Fernando Fragata, O Julgamento e A Arte de Roubar de Leonel Vieira como para produções internacionais como é o caso de A Profecia Celestina de Armando Mastroianni e The Lost and Found Family de Barnet Bain.

A um herói desconhecido

+++Este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.+++