Archive | Desporto RSS feed for this section

O adeus do fenómeno

19 Feb
por Thiago Maia Mourão |

Ele nasceu, brilhou, caiu, levantou, surpeendeu e ficou para sempre na história do futebol. Ele é Ronaldo Luís Nazário de Lima, ou melhor, apenas Ronaldo. O melhor marcador de Campeonatos do Mundo, com 15 golos, e que, com 17 anos, disputou seu primeiro Mundial (EUA -1994), anunciou na passada segunda-feira, dia 14, sua aposentadoria como jogador de futebol profissional. Ronaldo, que representava o Sport Club Corinthians Paulista, de
São Paulo, anunciou o “adeus” aos relvados aos 34 anos.

“El Fenómeno”, como era conhecido, começou sua carreira profissional no Cruzeiro Esporte Clube, de Belo Horizonte, Minas Gerais, com apenas 16 anos. Depois, passou pelo PSV Eindhoven (Holanda), Barcelona (Espanha), Inter de Milão (Itália), Real Madrid (Espanha), Milan (Itália) e Corinthians (Brasil).

Ronaldo também entrou em muitas polémicas, sendo a mais conhecida o caso em que o jogador sofreu a extorsão de um travesti após o ter levado para um motel depois de uma festa.

Porém, Ronaldo também é colecionador de títulos e prémios. Ronaldo, que assumiu que a sua maior tristeza foi nunca ter ganho uma Liga dos Campeões, já venceu o prémio de melhor jogador do mundo da FIFA em três ocasiões (1996, 1997 e 2002). O último prémio foi entregue no ano em que o jogador, depois de recuperar de uma das suas muitas lesões, conseguiu ajudar a seleção brasileira a conquistar o pentacampeonato do mundo. Além do Mundial desse ano, Ronaldo também já vencera o título mundial em 1994.

Porque um fenómeno nunca é esquecido e porque Ronaldo foi um fenómeno, o brasileiro ficará para sempre na história do futebol como um dos melhores avançados de sempre.

+++Este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.+++